Entre os dias 17, 18 e 19 de maio de 2017 pesquisadores da Rede de Ambientalização e Sustentabilidade na Educação Superior estiveram presentes no XVI Encontro Paranaense de Educação Ambiental sediado na Universidade Federal do Paraná em Curitiba-PR.

 

"O Encontro Paranaense de Educação Ambiental (EPEA) se constitui em uma importante instância de diálogo e cooperação no campo da educação e das ações relacionadas ao meio ambiente e a sociedade." (Website do EPEA)

 

Foram dias de muita imersão em conteúdos relacionados à ambientalização, como educação ambiental, políticas públicas, sociedade e relação destes assuntos com temas atuais como o descaso que o país está vivendo.

 

Estavam presentes no evento diversas referências da área destacando-se entre eles a Dra. Profa. Lucie Sauvé da Universidade do Quebec em Montreal que realizou a conferência de abertura do EPEA. Na quinta-feira dia 18 foi realizado uma cerimônia de homenagem à Lucie Sauvé. Confira abaixo o vídeo em que ela faz os agradecimentos ao final da cerimônia:

 

Filmagem: Profº Dr. Antonio Fernando Silveira Guerra (UNIVALI).

 

No dia 18 de maio, Wagner Correia, acadêmico do curso de Sistemas da Informação da UNIFEBE, apresentou o trabalho "Ambientalização Curricular: O Olhar dos gestores e professores em uma instituição comunitária de educação superior" de sua autoria e da Profa. Dra. Mara Lúcia Figueiredo, Presidente do Comitê de Sustentabilidade da UNIFEBE.

 

Ocorreu também no dia 18 de maio o lançamento do livro "AMBIENTALIZAÇÃO E SUSTENTABILIDADE NA EDUCAÇÃO SUPERIOR: SUBSÍDIOS ÀS POLÍTICAS INSTITUCIONAIS EM SANTA CATARINA" e do guia "AMBIENTALIZAÇÃO CURRICULAR NA EDUCAÇÃO SUPERIOR: PRATICAR A TEORIA E TEORIZAR A PRÁTICA". Este foi um lançamento posterior ao que ocorreu no Centro Universitário de Brusque exclusivo para o XVI EPEA - MEC prestigia seminário de ambientalização realizado na UNIFEBE.

 

Durante o decorrer do evento aconteceram a realização de diversos debates com diferentes temas como políticas públicas, questões globais e seus desafios à educação ambiental, educação ambiental em diferentes contextos e países, entre outros temas. O Profº Dr. Antonio Fernando Silveira Guerra (UNIVALI) dividiu espaço com o Dr. Marcus Sorrentino (USP) e a Dra. Maria Arlete Rosa (UTP) na debate sobre "Políticas Públicas de Educação Ambiental em debate" onde foram discutidos assuntos como a criação, aprimoramento e implementação de políticas públicas relacionadas à Educação Ambiental. Nessa oportunidade, o Prof. Guerra apresentou a metodologia da consulta pública do ProNEA. A consulta vai até o final de julho e os resultados serão apresentados no IX Fórum Brasileiro e IV Encontro Catarinense de Educação Ambiental.

 

A participação dos pesquisadores no evento contou com o apoio do Centro Universitário de Brusque, e com apoio da FAPESC (Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado de Santa Catarina).

 

Clique aqui e confira as fotos do evento.

 


Texto: Wagner Correia | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e Mara Lúcia Figueiredo | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

No último dia 19 de abril, durante o 1º Seminário Ambientalização e Sustentabilidade na Educação Superior, no Centro Universitário de Brusque (Unifebe), aconteceu o lançamento do livro ‘Educação para ambientalização curricular: diálogos necessários’. A obra reúne artigos de professores de oito universidades e foi organizado por Mara l. Figueiredo, Antonio Guerra, Izabel de Andrade, Lucia de Lima, Mariana de Andrade e Ricardo De Menezes.

O livro é um produto do projeto ‘Ambientalização e Sustentabilidade na Educação Superior: subsídios às políticas institucionais em Santa Catarina’, aprovado em chamada pública da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) n. 01/2014 – Programa Universal.

Os capítulos apresentados no livro são resultados parciais da pesquisa que vem sendo realizada por sete instituições comunitárias e uma pública, a Udesc, que formam a rede temática de Ambientalização e Sustentabilidade na Educação Superior (Rases):

Unifebe

Univali

Unisul

Unesc

Unoesc

Unidavi

Uniplac

O coordenador geral de educação ambiental do Ministério da Educação (MEC) e professor da Unisul, Felipe Felisbino, esteve no evento. O pró-reitor de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação, professor Hércules de Araújo, representou a Unisul, juntamente com a professora do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE), Fátima Elizabeti Marcomin, e a bolsista do Artigo 171, Lidiane Gomes Silveira.

A professora Fátima e a aluna Lidiane integram o projeto de Ambientalização e Sustentabilidade aprovado pela Fapesc. Também estiveram no evento a professora Silene Rebelo e o professor Silvio Cabral, ambos do Programa de Educação Ambiental da Unisul.

 

FONTE: http://hoje.unisul.br/ambientalizacao-e-sustentabilidade-na-educacao/

Na noite de quarta-feira, 19 de abril, a UNIFEBE foi palco do I Seminário Ambientalização e Sustentabilidade na Educação Superior, que faz parte de um projeto ambiental desenvolvido em parceria pela UNIFEBE, Udesc, Unesc, Uniplac, Unisul, Unidavi, Univali e Unoesc.

 

A inciativa, financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (FAPESC), tem como objetivo contribuir com o fortalecimento de políticas institucionais de ambientalização e sustentabilidade na Educação Superior.

 

Durante o I Seminário foi realizado o lançamento do livro Educação para ambientalização curricular: diálogos necessários”, do guia “Ambientalização Curricular na Educação Superior: praticar a teoria e teorizar a prática”, da Rede de Ambientalização e Sustentabilidade na Educação Superior (Rases) e dos websites da RASES e da Rede Sul Brasileira de Educação Ambiental – REASul. Na ocasião, também foi apresentada a palestra “A ambientalização e o desafio da mudança”, ministrada pela professora Dra. Dione Kitzmann do Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental da Universidade Federal do Rio Grande (FURG).

 

Além dos representantes das instituições parceiras do projeto, o evento ainda contou com a presença do reitor da UNIFEBE e vice-presidente do Sistema Acafe, professor doutor Günther Lother Pertschy e do coordenador-geral de Educação Ambiental do Ministério da Educação (MEC) Felipe Felisbino.

 

Para o reitor Pertschy, o tema é muito importante e deve ser trabalhado pelas universidades de maneira intensa.

 

— A partir do momento em que esse projeto começou a se consolidar, ficamos impressionados com os resultados já obtidos. Foram participações em eventos e congressos, publicação de livro, rede de relacionamentos, entre outros. Ou seja, isso é a academia pura por promover a mudança com base em informações e políticas criadas a partir desses comitês e pesquisas sobre o assunto — explica o reitor.

 

Segundo o coordenador-geral de Educação Ambiental do Ministério da Educação (MEC) Felipe Felisbino a temática ainda é jovem discutida mundialmente, porém o país vem se aprimorando cada vez mais no sentido da educação ambiental.

 

— Politicamente, dentro da orientação de legislação, o Brasil está muito bem organizado, mas temos que desdobrar essas políticas em ações, que é o que está sendo concretizado aqui esta noite. Para o MEC, estar presente nesse momento é uma grande satisfação pois o guia, livro e site servirão de estímulo e diretrizes de organização de políticas públicas do governo federal. O sistema ACAFE como um todo está muito bem organizado e tudo isso é muito inspirador. Santa Catarina sempre está sempre à frente de seu tempo, ditando novas possibilidades e encaminhamentos, e o governo federal vem aqui por meio do MEC buscar inspiração neste evento — destaca.
 

 

Fonte: http://www.unifebe.edu.br/site/imprensa/noticias-unifebe/mec-prestigia-seminario-de-ambientalizacao-realizado-na-unifebe/

 

Confira mais fotos do evento em http://rases.reasul.org.br/index.php/produtos/fotos/69-i-seminario-de-ambientalizacao-e-sustentabilidade-na-educacao-superior

 

O projeto “Ambientalização e Sustentabilidade na Educação Superior: Subsídios às Políticas Institucionais em Santa Catarina” conta com a participação de oito IES (Instituições de Ensino Superior), e a Unesc está entre elas. O resultado dos estudos realizados por cada IES foi reunido em um livro, que foi lançado na Unifebe (Centro Universitário de Brusque) nesta quarta-feira (19/4).

O lançamento teve a participação dos organizadores do livro e de representantes das IES. O reitor Gildo Volpato foi entrevistado para a publicação e a professora Miriam da Conceição Martins, uma das pesquisadoras do projeto, representou a Unesc no evento.

 

Saiba mais

 

O projeto teve a participação da Unesc, Unifebe, Univali, Unoesc, Unisul, Unidavi, Udesc e Uniplac e o financiamento do Fapesc (Fundação de Amparo a Pesquisa em Santa Catarina). A iniciativa teve objetivos como verificar o estágio do processo de ambientalização e sustentabilidade de cada IES, identificar indícios de ambientalização a partir da análise dos documentos curriculares, elaborar subsídios e propor estratégias, ações e práticas sustentáveis inovadoras e de responsabilidade socioambiental, aplicáveis às IES, no âmbito do ensino, pesquisa, extensão e gestão dos campi universitários e criar uma rede temática de ambientalização e sustentabilidade  vinculada à Rede Sul Brasileira de Educação Ambiental.

 

Fonte: http://www.unesc.net/portal/blog/ver/213/37919

Evento reúne pesquisadores de oito universidades de SC

 

Itajaí - Pesquisadores da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), participaram, no dia 19, do seminário “Ambientalização e Sustentabilidade na Educação Superior: Subsídios às Políticas Institucionais em Santa Catarina”, ocorrido no Centro Universitário de Brusque (Unifebe), em Brusque.

 

 

Durante o evento foi realizado o lançamento do livro “Educação para Ambientalização Curricular: Diálogos Necessários”. O projeto é financiado pela Fapesc e desenvolvido em parceria por oito instituições de ensino superior: Univali, Unifebe, Udesc, Unesc, Uniplac, Unisul, Unidavi e Unoesc.

 

Na ocasião também houve o lançamento do novo site da rede Sulbrasileira de Educação Ambiental (REASul), que tem um espaço destinado à Rede de Ambientalização e Sustentabilidade na Educação Superior (Rases), criada durante o projeto, que conta com a participação de pesquisadores das oito IES.

 

Fonte: http://www.univali.br/noticias/Paginas/sustentabilidade-nas-ies-e-debatida-em-brusque.aspx

© RASES - Rede de Ambientalização e Sustentabilidade na Educação Superior

Desenvolvido por Dextak